quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Breve Biografia de Edward Lee Thorndike (1874-1949)

"Cores desbotam, templos desmoronam, impérios caem, mas palavras sábias duram."
              O objetivo aqui é apresentar um esboço da biografia de Edward Lee Thorndike, salientando suas formações acadêmicas que tiveram, para a psicologia e para a educação, grande importância. Thorndike é considerado um dos pioneiros da psicologia comparada e está incluído no rol dos behavioristas renomados, como: Ivan  Petrovich Pavlov e John B. Watson.  
   Thorndike nasceu em 31 de agosto de 1874 em Williamsburg, Masschuselts. Sua mãe era dona de casa rígida e determinada, dedicou-se para que seus quatro filhos fossem aplicados nos estudos, isso contribuiu para que todos tivessem carreiras importantes na área da ciência.       Em 1881, ingressou na Wesleyan University dando seguimento a sua, exemplar, vida acadêmica. Foi no primeiro ano da faculdade que Thorndike teve contato com a psicologia e embora não tenha se entusiasmado com a disciplina dedicou-se ao estudo com intuito de obter um premio. 
     Ao ler o livro “Principles of Psychology”, de William James descobriu sua vocação para o tema. Este escrito de James foi de grande importância para Thorndike, pois quarenta anos após ter lido, pela primeira vez, revelou que o livro havia sido o mais interessante que já lera. Chegou, até mesmo, a criticar os professores de psicologia que não utilizavam o escrito de James durante os ensinamentos do curso. Concluiu seu curso em 1895 com a maior média que a universidade tivera em 50 anos.          
      Interessado nos cursos de inglês, filosofia e psicologia, Thorndike iniciou seus estudos na universidade de Harvard, e interessou-se, grandemente, pela psicologia após conhecer pessoalmente James e inspirado por este, em 1896, alvoreceu sua primeira pesquisa independente, a qual não teve resultados comprovados.         
      Diante do insucesso, praticamente não tinha outra opção senão pensar em alternativas, foi quando iniciou experimentos com animais. Não se sabe o exato momento em que Thorndike se interessou pelos tipos de comportamentos animal. Seus biógrafos ligam esse interesse à possibilidade dele ter assistido aos seminários palestrados com James, que eram baseados em “Lectures on Human and Animal Psycology”, de Wundt. Além disso, acredita-se que ele poderia estar entre os ouvintes das palestras abertas feitas por Lloyd Morgan, um grande psicólogo da Grã-Bretanha. 
      Por questões pessoais, deixou Harvard em 1897 e cursou pós-graduação na Columbia University onde seus projetos experimentais foram apoiados por Cattell, e, se dedicou a estudar a formação de associações, ampliando seus projetos com os animais. No ano de 1898 Thorndike teve grande reconhecimento de seus experimentos, os quais foram publicados, “Experiments on Comparative Psychology” e “Some Experiments in Animal Intelligence”, bem como sua tese “An Experimental Study of the Associate processes in Animals foi recebida pela universidade e publicada como monografia. Contudo, embora tenha tido um ano notável, não deixou de receber criticas, o que não o abalou, no entanto seguiu confiante em suas hipóteses.
Thorndike é considerado um dos maiores psicólogos na área da educação. Começou seus estudos nessa área ao conseguir o emprego de professor-assistente, através do seu irmão que já fazia parte do corpo docente. Obviamente que sua mente brilhante não se satisfazia com esta situação, aturdido permaneceu apenas por um ano.
Ficou, imensamente, feliz com o convite feito por Cattell para ocupar o posto de fundador do Teachers Collefe da Columbia University e dedicou toda sua carreira neste local onde tinha em torno de 10 publicações por ano, todas relacionadas à educação. Os 50 anos em que permaneceu na Columbia estão entre os mais produtivos registrados na história da psicologia.
Após sua trajetória no campo da psicologia, Thorndike nos deixou grande material teórico sobre o desenvolvimento educacional da psicologia. Entre eles: Junior Dictionary, em 1940; o Thorndike Senior-Century Dictionary, também em 1940. Mesmo aposentado publicou em torno de 50 trabalhos profissionais. Trabalhou até morrer, 9 anos depois. Até hoje sua importância é reconhecida e seus estudos são aplicados pelos profissionais de psicologia.  


01/11 - Evania Rabelo, Flavia Sena, Jéssica Fragoso, Luciana Conrado, Silvia Carvalho e Yasmine Santos.

2 comentários:

  1. Parabéns. Vocês conseguiram a pontuação referente à atividade.

    ResponderExcluir